Controlo de Acessos

Controlo de Acessos

Esta funcionalidade extra, não incluida na subscrição base, permite a criação de áreas de acesso e controlar o check-in (entrada) de sócios e utentes. As áreas podem ser, por exemplo, piscinas, ginásios ou outros espaços que a instituição queira ter controlados ou manter o registo de quem visita ou usa esses mesmos espaços.

O check-in numa área pode ser feito por um operador ou de forma autónoma em computadores ou dispositivos móveis. O modulo de controlo de acessos não controla barreiras físicas

Áreas de Acesso

Existem dois tipos de áreas as que estão sempre disponíveis (permanentes) e as que estão acessíveis num determinado período de tempo (datadas).

Cada instituição pode criar diversos espaços para os quais queira ter os seus acessos controlados.

Check-in em Áreas de Acesso

O Check-in é o processo de registar a entrada de pessoas, que sejam sócios ou utentes, a determinadas áreas ou instalações. Posteriormente pode-se contabilizar o número de acessos e quem acedeu a uma determinada área.

O acesso pode ser registado para sócios ou utentes (não sócios). Durante o acesso pode ser verificado visualmente a identidade do individuo e a validade das quotas (sócios).

O arquivo do registo de acessos permite visualizar quem acedeu a uma determinada área e quando.

Informação legal

O presente artigo na altura da sua leitura pode estar desatualizado. Durante a leitura dos artigos deve ser considerado o seu enquadramento pela data em que foram redigidos. O AssociaPro é um programa desenvolvido e aperfeiçoado de forma continuada assim, na altura da sua leitura pode haver algum desfasamento entre a forma descrita no artigo e o funcionamento no programa. Este blog serve para demonstrar as diversas funcionalidades do programa e nem todas elas fazem parte da subscrição base sendo algumas delas pertencentes a módulos extra, por favor ver a lista de funcionalidades e o precário.

Este artigo poderá ser editado para ser mantido atualizado, remover imprecisões e adicionar ligações para outros artigos de conteúdo mais aprofundado.




publicado em 03 julho 2018

por AssociaPRO



Voltar